CCIA - Câmara do Comércio e Industria dos Açores

Notícias

Inflação aumentou para 2,6% em Outubro

Alimentação e transportes foram os que mais aumentaram ao longo do último anoO Índice de Preços no Consumidor em Portugal situou-se em 2,6%, em Outubro, cinco décimas de ponto percentual superior ao valor registado em Setembro de 2007, diz o Instituo Nacional de Estatística (INE).

A variação mensal foi 0,5% e a variação média nos últimos doze meses manteve-se em 2,4%.

O Índice Harmonizado de Preços no Consumidor (IHPC) português registou uma variação de 2,5% face a Outubro do ano anterior.

O IHPC apresentou uma variação de 0,5% entre Setembro e Outubro de 2007. A taxa de variação média dos últimos doze meses manteve-se em 2,4%.

Segundo o INE, em Outubro, «a taxa de variação homóloga situou-se em 2,6%, valor superior em cinco décimas de ponto percentual (p.p.) ao observado no mês anterior».

O indicador de inflação subjacente, medido pelo índice total excepto produtos alimentares não transformados e energéticos, apresentou uma taxa de variação homóloga inferior em quatro décimas de p.p. à do IPC total (2,2%).

Os Produtos alimentares e bebidas não alcoólicas e os Transportes foram as classes que apresentaram as contribuições positivas mais significativas para a formação da taxa de variação homóloga, justificando cerca de 35% da variação registada pelo IPC.

Comunicações penalizam

A única contribuição negativa verificou-se ao nível das Comunicações. As restantes classes contribuíram com sinal positivo para a formação da taxa de variação homóloga.

A nível mensal, o Vestuário e calçado registou a variação positiva mais significativa (5,4%), traduzindo o aparecimento da colecção Outono/Inverno e a reposição de «stocks» que tradicionalmente ocorre a partir de Setembro.

Esta classe contribuiu com cerca de 47,8% da variação mensal registada pelo IPC. A nível de subgrupos destacam-se as contribuições positivas dos artigos de vestuário e do calçado, cujas taxas de variação mensal foram de 4,2% e 9,3%, respectivamente.

No que respeita ao Índice Harmonizado de Preços no Consumidor (IHPC) português registou uma variação homóloga de 2,5%, cinco décimas de p.p. acima do valor observado no mês anterior.

De acordo com a última informação disponível para os países membros da Zona Euro relativa a Setembro de 2007, o índice português, registou a sexta menor taxa de variação homóloga (2,0%), uma décima de p.p. abaixo do valor médio do grupo (2,1%).

O IHPC apresentou, entre Setembro e Outubro de 2007, uma variação de 0,5%, cinco décimas de p.p. superior à observada em período homólogo.

Fonte: AF 

Quinta-Feira, dia 15 de Novembro de 2007

Voltar atrás

Home » Economia » Notícias

Mapa do Site


Economia Açoriana Actualidade Estratégias de desenvolvimento Parceiros Notícias
Empresas
Instituições
Business Center Troca de Informações e divulgação Fórum Base de dados
Emprego Saúde e Segurança do Trabalho Notícias Legislação Bolsa de Emprego Estudos e Pesquisas Documentos e Procedimentos Links Formação Qualificação Profissional Cursos e Eventos Legislação E-Iearning Links
Agenda

Notícias | RSS Feeds | Contacte-nos

Copyright (c) 2007 , Todos os direitos reservados Termos de Utilização | Política de Privacidade Câmara do Comércio e Indústria dos Açores